Blog

A importância de estar em primeiro lugar nas buscas orgânicas do Google

Publicado por Jéssica Campos Fonseca em 29/jan/2014 13:03:08

Hoje em dia não basta estar na internet. É preciso que o conteúdo do seu site tenha relevância, seja útil e, acima de tudo, tenha demanda. Ser “buscado”, por assim dizer. E se o seu site tem tudo isso, então vale a pena investir em SEO e isso, se você não está entrando no mercado pela primeira vez, você já deve saber.

O que novas pesquisas vêm nos confirmar é que é preciso entrar nesta corrida para ganhar. Quem trabalha com SEO sabe que ranquear um site na primeira página do Google com palavras-chaves concorridas, por si só já é uma vitória. Porém, são apenas algumas posições que leva o investimento em SEO do nível auto-rentável (custar o mesmo tanto que lucra) ao nível super-lucrativo.

Estudos de Chitika, que você pode conferir em: http://chitika.com/google-positioning-value (em inglês), uma empresa americana de publicidade online, divulgam as diferenças das porcentagens de clique de acordo com a posição do site no ranking de busca.

A  importância de estar em primeiro lugar nas buscas orgânicas do Google 1

A  importância de estar em primeiro lugar nas buscas orgânicas do Google 2

Segundo o relatório, estudos realizados em 2010 demonstram resultados muito similares, o que indica a improbabilidade de mudança deste cenário em um futuro próximo. Enquanto continua óbvia a importância do fator SEO nas estratégias de marketing digital, estes números provam a grande vantagem do site na primeira posição em relação aos sites abaixo dele.

É importante levar em consideração que quaisquer resultado de cliques só tem relevância se trouxer junto consigo conversão. Interpretar os número da sua campanha de SEO em termos de tráfego e conversões é a chave para desvendar que o real valor de suas posições no ranking. Assim, enquanto estudos como estes podem ser importantes, é preciso usar os dados sabiamente.

Trabalhar para entender a metodologia deste tipo de estudos e usar seu próprio discernimento de especialista para extrair informações relevantes desses dados, podem reforçar o trabalho feito pelo profissional de marketing.

Aprofundando no tema, conseguimos identificar uma relação ainda mais concreta e valorosa entre a posição nos ranking de busca através do SEO e o resultado financeiro em sites e-commerces.

Uma pesquisa realizada pela Custora aponta o tráfego de busca orgânica/SEO como o principal responsável pelas vendas, com 26% da receita gerada nos e-commerces avaliados. Esse número aponta uma participação 70% maior que o segundo colocado, o SEM, também conhecido como links patrocinados.

A  importância de estar em primeiro lugar nas buscas orgânicas do Google 3 Fonte: Conversion

A pesquisa foi baseada na análise de mais de 70 milhões de consumidores online e numa receita total de cerca de US$10 bilhões. Os dados referem-se aos Estados Unidos, mas esses números não são distantes da realidade brasileira, em que o hábito do consumo no meio virtual cresce a cada ano e dados americanos tem se provado profecias valiosas do comportamento brasileiro.

A busca orgânica é, portanto, o canal com maior participação no e-commerce, trazendo consigo o maior ROI que, podemos concluir, tem uma relação direta com a posição do site no ranking de busca.

Além do SEO, é importante diversificar as estratégias de marketing digital, visto que além dos dados acima que comprovam diferentes eficácias para as diversas técnicas, um número significativo das compras acontecem por canal direto (25%), que representa o resultado de todas as estratégias de marketing combinadas, muitas vezes ligada à fidelidade do cliente.

Tópicos: Search Marketing

Precisa de ajuda com sua estratégia de Marketing Digital? 

Ebook: 30 dicas para Lead Generation

Saiba mais sobre:

  • Conteúdo e ofertas;
  • Chamadas (Call to Actions)
  • Landing Pages

Baixe este ebook gratuitamente e comece a gerar mais Leads!

Ebook Lead Generation

Cadastre-se para receber nossas atualizações