Fale Conosco

Como melhorar suas conversões no Google Adwords?

   08 Novembro, 2017 / por Leticia Gentile

|
|
COMO MELHORAR SUAS CONVERSOES NO GOOGLE ADWORDS

O maior objetivo de investir em campanhas de Marketing Digital é aumentar as conversões do seu negócio e diminuir o valor de aquisição de clientes, aumentando a rentabilidade do seu negócio.

O Google Adwords pode ser uma grande ferramenta para melhorar a taxa de conversão da sua empresa, mas que deve ser utilizada com cuidado porque, se a campanha for segmentada erroneamente, atingiremos pessoas que não são o público-alvo, fazendo com que muitas vezes o dinheiro seja gasto com quem não é interessante para a empresa.

No decorrer deste artigo, serão demonstradas táticas que podem fazer com que os resultados alcançados no Adwords sejam mais efetivos e auxiliem no crescimento das conversões do seu negócio.

google_adwords2.jpg

1. Método de Engenharia Reversa

Antes de falarmos como a engenharia reversa pode auxiliar suas campanhas de anúncios no Adwords, é necessário entender no que consiste esse conceito:

A engenharia reversa nada mais é do que desmembrar algo e entender profundamente como ela funciona, fazendo exatamente o caminho inverso. Ou seja, primeiro entendemos todas as possibilidades para depois iniciarmos as atividades com conhecimento aprofundado sobre o seu funcionamento.

O Google Analytics auxilia muito nesse sentido, pois é uma ótima ferramenta para analisarmos a performance das estratégias estão sendo adotadas, verificar os caminhos que estão sendo realizados pelos seus usuários e entender como eles interagem com as suas páginas até chegar na conversão.

Por exemplo, se ao analisar seu Analytics você perceber que a maior parte dos seus visitantes são novos, isso demonstra que a maioria dos seus visitantes não o conhecem ainda e que é necessário mostrar a eles quais suas soluções e quem é você, levando-o pelo funil e fazendo com que ele retorne ao seu site.

Existem vários níveis de navegação de um usuário dependendo do local do funil de compra que ele se encontra, são eles: Conhecimento, Consideração e Decisão.

Para cada etapa do funil, existem perguntas e páginas diferentes que devem trabalhadas para levar o usuário até a conversão. Dessa forma você consegue otimizar os seus anúncios e campanhas, direcionando a pessoa para páginas que respondam e se adequem ao seu momento, maximizando suas chances de convertê-la.

Se o seu usuário estiver no nível de conhecimento, ou seja, sabe que tem problema, mas não sabe como resolvê-lo e está procurando soluções para tal, você pode fazer anúncios mais amplos sobre isso. Pense sempre qual é a dor dessa persona e como você pode respondê-la em seu anúncio fazendo com que a pessoa entenda que a sua marca pode ajudá-la. Não esqueça que a landing page (página de pouso) que a pessoa irá entrar precisa responder a essa dúvida. .

Agora, se seu usuário já conhece o problema que possui e busca uma solução específica ou está comparando mais de uma solução, ele está na fase de consideração. Portanto, sua comunicação precisa trabalhar palavras-chave específicas para esse assunto e a sua campanha deve ser estruturada para que ele caia na landing page correta.

Se o usuário sabe que tem um problema e sabe qual é a solução, mas busca uma empresa para executá-la, ele está na fase de decisão e então precisa ser direcionado para páginas específicas para que ele entre contato, peça um orçamento ou mesmo para que consiga converter na própria página.

Aí você me pergunta: Mas essa não é a metodologia de Inbound Marketing?

Sim! Mas a metodologia pode e deve ser pensada em anúncios pagos, tanto Google como Facebook Ads, assim conseguimos conversar com os nossos clientes de maneira mais efetiva, no momento de compra que eles estão, o que faz muito mais sentido, não é verdade?

 

2. O remarketing no crescimento de conversões

Você provavelmente já foi impactado por alguma estratégia de remarketing. .

A maior parte das pessoas não convertem assim que entram em um site e muitas vezes acabam nunca retornando para o seu site, pois esquecem o endereço ou não o encontram mais.

Imagine perder uma conversão porque o seu potencial cliente não lembra qual o seu site?

O remarketing serve para relembrar as pessoas da solução que você ofereceu, fixar em sua mente e estar presente em sua rotina, de modo a aumentar o interesse pelo seu negócio e fazendo-o retornar ao site, aumentando as chances de conversão.

Alguns analistas consideram que você deve mostrar o remarketing o máximo possível ao seu usuário, mas tenha cuidado em quantas vezes você irá aparecer por dia, quando perseguimos muito um usuário o efeito final pode ser o contrário, fazendo com que ele acabe ficando irritado.

 

3. A importância da usabilidade da Landing Page

Muitas vezes focamos nos nossos anúncios, nas imagens de display, nos termos que serão trabalhados e esquecemos do principal, que é a landing page que o usuário irá interagir, o fator de maior importância para a finalização de uma conversão.

Existem muitos elementos em uma página de pouso que precisam ser testados e o melhor para ver o que garante melhores resultados é o teste A/B.

Alguns dos fatores que você deve ser ater nas suas páginas para que elas possam ter um melhor desempenho em suas campanhas são:

  • Texto: o conteúdo, incluindo a organização dele na página, pode ter grande influência. Teste conteúdos diferentes, com gatilhos mentais que possam gerar melhor conversão e lembre-se de todas as objeções que seu usuário possa ter, de modo que você derrube todas elas em seu conteúdo e torne a sua solução irresistível quando lemos o que é oferecido.
  • Botão de compra/formulário: o botão de compra, assim como os de envio de formulário podem influenciar muito, pois costumam ser um dos elementos mais chamativos de uma página com objetivo de conversão. Teste os locais em que ele fica localizado na página, o conteúdo dentro do botão, a cor e até mesmo se ele terá algum elemento gráfico ou não.
  • Destaque o que importa: assim como o texto deve convencer a pessoa de que sua solução é a mais adequada, ele também precisa estar organizado de modo que as informações mais relevantes venham primeiro. O melhor é sempre manter as informações principais na primeira dobra de página, assim o usuário não precisa rolar a página inteira para entender que a sua solução é a melhor para ele.
  • Imagens e vídeos: não se esqueça de utilizar imagens e vídeos que quebrem um pouco o fluxo da leitura e tornem a página mais leve e interativa, contando também como pontos de persuasão para a conclusão do processo de venda ou preenchimento de formulário.

É claro que todas essas ideias precisam estar alinhadas de modo que seus anúncios, palavras-chave e campanhas estejam de acordo com as páginas trabalhadas, de modo que a pessoa seja direcionada para o que ela precisa e não fazendo que o usuário precise navegar em diversas páginas após clicar em um anúncio que deveria solucionar seu problema apenas com 1 clique.

Checklist Adwords


 

 

Tópicos: Google Adwords, conversões

-->

Posts Recentes

Newsletter