Fale Conosco

Formas de otimizar sua estratégia de links patrocinados

   30 Maio, 2016 / por Ana Luiza Cunha

|
|
FORMAS DE OTIMIZAR SUA ESTRATEGIA DE LINKS PATROCINADOS PPC

Campanhas de Links Patrocinados são muito úteis para divulgação de marcas e produtos, entretanto, as campanhas muitas vezes necessitam de uma ou outra correção que faria o investimento valer muito mais a pena. A seguir enumeramos algumas formas de otimizar sua estratégia de marketing digital que utiliza campanhas de PPC.


Formas_de_otimizar_sua_estratgia_de_links_patrocinados-1.jpg

 

1. Estudo aprofundado do cliente

Em primeiro lugar é fundamental realizar um estudo aprofundado sobre o cliente, qual seu perfil e suas necessidades. Como ele costuma buscar no Google? Com que palavras chave? Caso essa análise seja feita de maneira superficial, as palavra-chaves selecionadas para a sua campanha de Adwords têm grandes chances de não surtirem efeito. Além disso, conhecendo determinadas características do seu público, como localização, é possível direcionar os Links Patrocinados de maneira mais efetiva.

Saiba também: Você sabe quantas pesquisas são feitas no Google sobre o seu negócio?

 

2. Organize o seu Adwords

Manter um Google Adwords organizado vai facilitar muito o seu trabalho. Coloque nomes para as campanhas que sejam descritivos e que cada grupo de anúncios possua como foco apenas uma categoria de produto e uma temática de keywords. Além disso, cada grupo não deve possuir mais que 4 anúncios.

 

3. Negative Palavras 

Uma ação que auxilia muito campanhas bem sucedidas é a negativação de palavras indesejadas ou aquelas não estão trazendo os seus potenciais clientes. Muitos produtos ou serviços podem utilizar keywords que possuem sinônimos ou sentidos diferentes do que estão divulgando e para evitar este tipo de situação é possível negativar algumas palavras então quando o cliente em potencial buscar as duas palavras juntas, o anúncio não irá aparecer, evitando assim um aumento do custo das suas keywords e qualidade dos anúncios por ter pessoas que não estão clicando nos anúncios.

É importante prestar atenção se os anúncios estão aparecendo para as palavras-chave mais relevantes mas, acima de tudo, não deixe de olhar os termos de pesquisa que estão trazendo pessoas que não tem a ver com o seu negócio.  

Fazendo isso, você vai identificando as palavras irrelevantes e é comum, numa campanha madura, que a lista de palavras-chave negativas, seja mais extensa que a lista de palavras-chave relevantes, as ativas nas campanhas.

Portanto, reforçamos que é uma boa prática, e você deve, pelo menos nos primeiros meses, fazer isso diariamente: analisar os termos de pesquisa, como as pessoas procuraram e como chegaram a seu site, e eliminar no Google Adwords as palavras irrelevantes. Por exemplo, se você vende um serviço de consultoria ou um software, deve negativar “apostila”, “grátis”, etc.

Isso vai ajudar a manter o controle, especialmente se você tem um orçamento restrito.

 

4. Estudo do Custo-Benefício das Keywords

Existem keywords para as quais  muitas pessoas desejam ranquear, são aquelas keywords que serão mais difíceis, disputadas e consequentemente mais caras. Muitas vezes, vale mais a pena buscar algum sinônimo ou alguma keyword de cauda longa que seja até mais relevante para a empresa ou esteja mais relacionada ao produto. que O custo por clique poderá ser mais barato. Para um produto que custa, por exemplo 25 reais, não vale a pena a utilização de uma keyword que custe mais que isso.

Mas não se esqueça de verificar as conversões. Não podemos olhar somente o CPC da palavra-chave mas a taxa de conversão e o custo de conversão. Um clique barato mas que não converte também não adianta. Portanto, fique atento a esses indicadores de desempenho para otimizar a sua campanha.

 

5. Campanhas de Remarketing

Campanhas de re-marketing são aquelas que são direcionadas a pessoas que já buscaram um produto. Por exemplo, se alguém busca por determinado livro em uma livraria, este livro continua aparecendo como link patrocinado para ela em outros sites. Esse tipo de campanha é eficiente pois, além de chamar clientes que já demonstraram interesse no produto, também é uma maneira de aumentar o ROI.

 

6. Análise de Resultados

Por último, é necessário que haja uma análise constante dos indicadores de desempenho à luz dos objetivos traçados para aprender com  o desenvolvimento das campanhas e poder otimizá-las, maximizando os resultados. Com os indicadores principalmente os de custo, conversão, índice de qualidade, CTR, análise da concorrência,  é possível perceber se a campanha  está trazendo os resultados desejados.

O que o seu consumidor fez após clicar no seu anúncio, ele comprou o que foi anunciado? Se sim, o anúncio está sendo efetivo. Caso contrário, o que o anúncio possui de errado ? Como melhorá-lo ?

Se um produto está sendo muito vendido e requisitando um budget maior enquanto outro não está resultando em tantas conversões, é interessante que você reduza o investimento na campanha que não está vendendo tanto e transfira este dinheiro para a campanha que está, maximizando assim os seus resultados.

Leia mais sobre análise: Como avaliar se a minha estratégia de Links Patrocinados está indo bem?

Faça um checklist das atitudes citadas acima. Por mais que a sua empresa já utilize um ou outro ítem, é sempre bom ter certeza de que a campanha está otimizada, atingindo os melhores resultados possíveis. A implementação dessas medidas  irão auxiliar nisso, tanto para campanhas que já trazem resultados positivos melhorarem ainda mais, quanto campanhas que não estão sendo bem sucedidas.


Análise de campanha


Assinatura

Sobre o autor:
Ana Luiza Cunha Consultora de Marketing Digital WSI Consultoria

Experiência em Gestão de Projetos de TI, ingressou em Marketing Digital em 2009, tendo se especializado em Inbound Marketing e SEO (Otimização de Sites), sempre com a intenção de entregar os melhores resultados para seus clientes.

linkedin.pngfacebook-1.pngtwitter.png email: analuiza@wsiconsultoria.com 

Tópicos: PPC

-->