Fale Conosco

Jornalismo e Inbound Marketing: suas principais diferenças!

   04 Maio, 2016 / por Caio Cunha

|
|
JORNALISMO E INBOUND MARKETING SUAS PRINCIPAIS DIFERENCAS

Nem todo texto que circula na internet se originou de um esforço jornalístico. Mesmo quando você vê um blog de uma marca abordando um assunto bacana, de interesse geral, sem anunciar produtos, empresas ou serviços, o que se leu raramente é um texto jornalístico e provavelmente foi elaborado seguindo o conceito de formatação de conteúdo do inbound marketing. Há ainda quem confunda as produções desenvolvidas do jornalismo e as do Inbound Marketing, mas entre um e outro há um grande espaço que as separa, principalmente no que se refere a estrutura e ao  estilo de cada uma. A seguir você entenderá quais as principais diferenças entre os dois tipos de texto e saberá o que esperar de uma estratégia de InboundJornalismo e Inbound Marketing: suas principais diferenças! Marketing caso venha a ser adotada pela sua empresa.


Jornalismo_e_Inbound_Marketing_suas_principais_diferenas.jpg

Foco de atenção

Por estar pensando sempre na  perspectiva do interesse público, o texto jornalístico geralmente é feito com o máximo de objetividade e muita imparcialidade, para que um grande número de pessoas se interesse pela matéria - mas, para isso, o foco é a informação, e não o público em si. A informação é o pilar do texto e o público é consequência de um bom material.

Já no caso do inbound marketing, o foco está nas personas com quem uma empresa deseja dialogar. Imparcialidade não existe e o conteúdo estará condicionado ao interesse das personas ao longo de cada uma das etapas do seu processo de compra.O objetivo dessa estratégia é focar na qualidade e não na quantidade de público a ser atingido.

 

Como surgem as informações

Um jornalista não fala por si (a não ser em artigos e textos de opinião), ele sempre cita fontes e entrevistados para construir a narrativa da sua matéria e atribui a estes participantes as informações trazidas a tona. Assim, o jornalismo usa e abusa de aspas e citações, as quais são de uso obrigatório no ramo. Já num texto de inbound marketing, a informação trazida para o usuário e que alimenta o blog de uma empresa ou instituição vem de profundas pesquisas que o profissional realizou, mas muitas vezes são desenvolvidas em material novo consolidando-as com outros assuntos relacionados.

Não que o inbound marketing menospreze os uso de dados e números, pelo contrário, tanto o inbound marketing como o jornalismo prezam muito a apresentação de dados e resultados de  pesquisas e órgãos que sejam fontes das informações, já que esta é uma forma não só  imparcial mas também confiável de traçar um panorama sobre um cenário específico.

 

Quem está por trás

Uma estratégia de inbound marketing muitas vezes envolve mais de uma única pessoa, isto é, os textos originados pelos profissionais de inbound são gerados de forma coletiva. Já o jornalismo, em especial os textos que lemos pela internet, surge do trabalho individualizado, exceto em casos especiais como reportagens extensas e que foram construídas durante um bom tempo.

Leia também: Inbound Marketing é a estratégia recomendada para a minha empresa?

 

Uso das palavras

Uma outra grande diferença entre o jornalismo e o inbound marketing se encontra na forma de estruturar o texto e uso das palavras. Isso chega a criar uma  uma certa dificuldade para os profissionais da área digital que migraram do jornalismo.

Ao escrever uma matéria, os jornalistas devem evitar a repetição de palavras. Para isso, fazem o uso intenso de termos semelhantes e buscam se referir às pessoas de formas variadas. Ao falar, por exemplo, de uma cantora americana de nome X, o jornalista poderá chamá-la ao decorrer do texto de “X”, “cantora americana”, “a vencedora de tantos prêmios”, “a cantora da música Y” e por aí vai.

O inbound marketing, ao mesmo tempo que o texto precisa ser bem focado nos objetivos do seu público alvo, e estruturado de forma atraente para este, preza pela repetição dos termos principais de um texto, as chamadas palavras-chave, já que tal repetição (bem organizada e nunca em excesso) é essencial para um melhor ranqueamento nos resultados de busca, como o Google ou Bing. Assim, é comum que as palavras principais de um post sejam vistas no título, nas legendas das imagens, nos subtítulos, no corpo do texto e nas hashtags. Isso está diretamente ligado ao SEO, ferramenta essencial em uma estratégia de inbound marketing para elevar o seu site nos buscadores e torná-lo mais relevante para os usuários.

Com as redações cada vez mais enxutas, os jornalistas acabam prestando serviços para empresa de áreas como marketing e relações públicas. O ponto positivo de se trabalhar ao lado desses profissionais é que eles são capazes de entregar textos bem feitos, com conteúdo de qualidade e em pouco tempo, porém, o principal ponto de atenção , são as diferença na forma de criação dos textos como citado acima. Como gestor da área de marketing, você deve saber orientar esse profissional a reestruturar seus textos, olhando para essas  diferenças entre os dois tipos de narrativas.


Inbound Marketing é a estratégia recomendada para a minha empresa?


Sobre o autor:Assinatura

Caio Cunha | Co-Founder WSI Consultoria

Executivo Internacional com experiência em capacitação empresarial, estratégias de Marketing Digital e Inbound Marketing. Tem como desafio cotidiano a busca por soluções efetivas para empreendedores e gestores que pretendem crescer e expandir seus negócios.

linkedin.pngfacebook-1.pngtwitter.png email: caio@wsiconsultoria.com

Tópicos: Inbound Marketing