Fale Conosco

Marketing de conteúdo é o rei

   08 Julho, 2015 / por Caio Cunha

|
|
MARKETING DE CONTEUDO E O REI INBOUND MARKETING

O verdadeiro marketing de sucesso mudou muito! Hoje o Marketing de Conteúdo é tão importante que é chamado de Rei! Para atrair o seu público alvo é necessário possuir bom conteúdo e não apenas boas promoções. Mesmo assim, alguns profissionais da área ainda acreditam, erroneamente, que podem utilizar qualquer tipo de conteúdo para apoiar qualquer oferta de marketing. Isto é incorreto visto que cada condição requer uma campanha de marketing diferente, apesar de sempre ser interessante uma organização pré-definida dos conteúdos para que conteúdos de diferentes plataformas se comuniquem e interajam. 


marketing-de-conteudo-e-o-rei

A certeza de geração de mais leads e conscientização da marca são as principais razões pelos quais os gerentes de negócios devem apoiar um marketing de conteúdo de qualidade. O conteúdo ajuda a atrair pessoas que mais tarde se interessarão pelos seus produtos e serviços. Mas para isso o conteúdo precisa estar relacionado com as verdadeiras necessidades desses clientes e não somente relacionado com o produto em si.

Leia também: Qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo?

Apenas um Website não é o suficiente. Um simples website com apenas algumas páginas, e estático, falando de seu produto não é capaz de transmitir confiança e assim nunca atrairá uma base sólida de consumidores. O website corporativo deve tratar mais dos clientes, suas necessidades do que da empresa em si e dos resultados corporativos, com conteúdo e mecanismo de busca direcionados para os principais públicos que o visitam. Os mecanismos de otimização de busca (SEO) ou, mais especificamente, o uso de palavras-chave para criar e otimizar conteúdo é uma parte importante numa estratégia de conteúdo de sucesso.

A publicação de uma quantidade de conteúdo, com uma periodicidade regular e temas úteis, melhor direcionará os mecanismos de busca (SEO), auxiliando as empresas a terem bons rankings no Google, e assim atrairá as pessoas certas. Além disso, o marketing de conteúdo é o rei porque também contribui para um melhor resultado financeiro. Ele pode proporcionar melhor custo/benefício quando comparado com outras estratégias online usadas, como as de display e links patrocinados.

É necessário que se crie um conteúdo de qualidade, que intrigue potenciais clientes e que as mensagens sejam bem direcionadas, sempre utilizando os meios de distribuição corretos. Utilizar uma rede social em que o público-alvo não se encontra não vai gerar retorno. O website, por sua vez, precisa possuir uma estrutura relativamente simples, de fácil navegação e com segmentação de conteúdo bem definida. Existem cinco passos recomendados de como fazer marketing de conteúdo para o seu site:

1.  Compreender os desafios que o possível cliente enfrenta para poder identificar o conteúdo específico para esse público-alvo.

2.  Solucionar os problemas desse público-alvo, focando diretamente nessas necessidades e oferecendo conteúdo que resolva esses problemas.

3.  Tornar-se uma fonte confiável de informações e soluções, atraindo seguidores leais que confiam nas informações que publicam.

4.  Escrever conteúdos novos em blogs é uma ótima forma de disponibilizar todo esse conteúdo para as personas que realmente interessam.

5.  Fazer com que a compra online do seu produto seja fácil, uma vez a necessidade definida, permitindo a  identificação dos produtos e serviços de forma clara  e com acesso fácil pelo cliente.

Como dissemos acima, as principais metas de uma estratégia de marketing de conteúdo são a geração de oportunidades (leads) de qualidade e a retenção de clientes duradouros. Para chegar nessa solução, o conteúdo precisa oferecer um caminho claro e direto para o cliente seguir, por exemplo, tal como uma chamada para a tomada de decisão que permitirá ao leitor entrar em contato com o vendedor para maiores informações ou simplesmente efetivar a compra do produto.

Para chegar lá, é importante usar o marketing de conteúdo seguindo o Funil de Vendas  bem definido e assim acompanhando toda a jornada de um possível cliente em potencial desde o início até o momento em que ele se torna um cliente verdadeiro. Para elaborar um funil que mantenha os clientes atentos e seguidores desde o inicio até o momento da compra, deve-se criar conteúdo seguindo 3 passos: conteúdo quando ainda não sabem quais informações estão buscando, ajudando-os a identificar as suas verdadeiras necessidades; conteúdo mais profundo sobre os produtos ou serviços que solucionam essas necessidades; e, chegando na fase de decisão, as opções de solução ofertada e os verdadeiras diferenciais dos produtos e serviços disponíveis.

distribuição desse conteúdo pode se dar de diferentes maneiras. Abaixo estão algumas idéias de estratégias de marketing de conteúdo que podem ajudar a atrair mais clientes:

Leia mais: A Importância de Campanhas de Marketing com Estratégias Integradas

Mídia Social:

Distribuir links de conteúdo ao invés de apenas a postagem com o conteúdo.

 

Artigos:

Posicionar a marca e o produto nos olhos do público.

 

Eventos:

Guiar as pessoas até as propriedades do website, colocando códigos de resposta rápida (Quick Response Codes- QR) nos materiais e informando onde podem fazer perguntas online.

 

Blogs:

Permitem uma conexão mais pessoal.

 

Webinars:

Conferências interativas para, por exemplo, apresentação de como utilizar o produto.

 

Imagens:

As imagens, tais como os infográficos, podem ser combinadas com o seu texto para oferecer informações enriquecedoras para os leitores.

 

Por fim, de acordo com o que os profissionais de Marketing de Conteúdo buscam, a utilização de métricas ajuda-os a avaliarem se os esforços estão corretamente direcionados. Métricas para avaliar o retorno dessas atividades, por exemplo, podem ser:

Leia também: Como identificar o ROI no seu investimento em Inbound Marketing

- Volume de tráfego na Web

- Qualidade das oportunidades geradas (leads)

- Compartilhamento nas redes sociais

- Quantidade de oportunidades (Leads)

- Vendas diretas efetivas

- Feedback qualitativo dos clientes

- Ranqueamento organico (SEO)

- Tempo dispendido no Website

- Links de entrada

- Elevação do grau de consciência sobre a empresa

- Aumento no grau de lealdade dos clientes

- Elevação do grau de consciência sobre os produtos/serviços

- Vendas relacionadas

- Medição da eficiência dos custos

 

Você leu o resumo sobre o 2º capítulo, leia agora o resumo dos outros capítulos:

Capítulo 1: O Cenário Digital: Estrutura e Estratégia

Capítulo 3: Links patrocinados: Consiga novos clientes mais rápido do que imagina!

Capítulo 4: Otimização de Landing Page:É questão de Psicologia, não de Tecnologia!



Gostou do resumo sobre o segundo capítulo do livro Digital Minds? Você pode ler esse e os outros capítulos baixando nosso e-book gratuitamente!

Livro Digital Minds


 

Tópicos: Marketing de Conteúdo

Excel ROI

Posts Recentes

Newsletter