Fale Conosco

YouTube é coisa séria! (Conteúdo para Youtube)

   05 Janeiro, 2015 / por WSI Consultoria Gmail

|
|
YOUTUBE E COISA SERIA

YouTube-é-coisa-séria-2

Todos nós conhecemos o YouTube como um site de compartilhamento de vídeo, que você visita quando quer assistir a vídeos de gatinhos engraçados, ou gafes de crianças aventureiras. A verdade é que essa rede é muito mais que virais cotidianos. O YouTube também é a plataforma de uma comunidade de pessoas que produzem vídeos com mensagens significativas, e essas pessoas têm uma enorme rede de seguidores.

Há apenas cinco anos, os usuários criavam seus vídeos em seus quartos, com pequenas câmeras e com as suas lâmpadas como luzes. Hoje, estão lançando produtos de beleza, tem seu próprio programa de rádio, e recebem até ofertas para escrever livros.

Uma nova campanha publicitária do YouTube, que invadiu nossos relógios de rua e pontos de ônibus, nos deixou perplexos. Porque que um dos maiores canais de mídia está investindo em meios off-line? Claramente eles estão investindo pesado, e a mensagem que querem passar é: YouTube é coisa séria!

YouTube-é-coisa-séria

É claro que a campanha também está em anúncios digitais, mas o fato de saírem da zona de conforto deixa bem claro que estão no mercado para ampliar sua audiência. O que querem é muito mais que visitantes procurando entretenimento banal. Eles querem conquistar a audiência da TV.

Curioso foi ver que, mais do que divulgar a si mesmo, o YouTube estava divulgando canais independentes. Camila Coelho, Porta dos Fundos, Manual do Mundo são alguns que fizeram parte desta campanha brasileira. Mais claro que isso, impossível: o YouTube quer profissionalizar o conteúdo do site.

A rede quer investir em seus criadores de conteúdo, dando-lhes espaço onde eles podem melhorar consideravelmente a qualidade de seus vídeos, rivalizando até com programas de televisão. Estes vídeos de maior qualidade de produção atraem mais visitas qualificada à rede, e consequentemente, torna-se um ambiente publicitário mais diversificado, fiel e fértil. Ainda mais interessante para as grandes e pequenas empresas que lá anunciam ou produzem conteúdo para Youtube.

Leia também:  Marketing no YouTube vale a pena?

Bom, o YouTube não ignora o enorme potencial que essas "estrelas" da rede carregam. E, para investir em seus criadores de conteúdo, o YouTube abriu estúdios, chamados YouTubeSpaces, para uso gratuito de seus usuários, desde que eles tenham mais de 5.000 assinantes.O limite de assinantes significa que uma ampla gama de usuários do YouTube poderia ter acesso ao equipamento profissional, ajudando-os a expandir o seu canal a um baixo custo.

Atualmente, eles abriram espaços em Nova York, Londres, Los Angeles, Tóquio e agora em São Paulo, com a vantagem que o espaço brasileiro aceita canais com no mínimo 1.000 assinantes! O espaço está nas vésperas de sua inauguração, e contará com modernos recursos de audiovisual, treinamentos e cursos. Confira como se inscrever e fazer parte deste mundo de criadores: http://youtube.com/yt/space/pt-BR/sao-paulo.html


Quer mais informações sobre conteúdo para YouTube? A WSI disponibiliza gratuitamente o capítulo do Digital Minds sobre Vídeo Marketing. Confira!

Baixe agora o capítulo de Vídeo Marketing!

 

Tópicos: Mídias Sociais