Fale Conosco

Como configurar o Google Alerts

   05 Outubro, 2012 / por Jéssica Campos Fonseca

|
|
COMO CONFIGURAR O GOOGLE ALERTS

No artigo sobre como escrever um artigo, mencionamos que uma das ferramentas que pode auxiliar na hora de elaborar uma pauta seria o Google Alerts.

Agora explicaremos como utilizá-lo e conseguir monitorar o que é publicado pela web, além de ter diversas ideias entrando por sua caixa de e-mail.

As funcionalidades de começar a utilizar o Google Alerts são diversas, mas algumas das que podem ser mencionados são:

  • Acompanhar um tema específico. Digamos que você seja apaixonado por cinema e deseja saber tudo sobre o seu diretor favorito, você pode configurar a ferramenta para lhe enviar um e-mail sempre que alguma coisa sobre ele for publicada na web.
  • Monitorar sua empresa ou os concorrentes. Sempre é bom saber o que estão falando sobre o nosso negócio e, muitas vezes, precisamos acompanhar os semelhantes, para termos ideias novas. O Google Alerts poupa o tempo de você ficar fazendo pesquisas esporadicamente, pois sempre que algo acontecer, você será informado pelo e-mail.
  • Se monitorar, isso mesmo, colocar o seu nome para ver o que as pessoas estão publicando sobre você e verificar se é mencionado pelos outros em algum lugar público.

 

Agora vamos ver como configurar o seu Google Alerts:

 

página inicial do Google Alerts

 

Assim que entrar na página, você se deparará com uma tela semelhante a essa, onde no primeiro quadrado você deixa claro qual pesquisa deseja realizar. Alguns dos exemplos são:

  • Quando desejar monitorar uma frase, nome de alguma pessoa – empresa ou uma palavra específica, você pode utilizar [“Exemplo de frase ou nome”] aspas para caracterizar que deseja exatamente aquelas palavras na ordem em que estão mencionadas, eliminando possíveis variações ortográficas, erros de digitação e sinônimos.
  • Caso apenas uma das palavras que você deseja monitorar possui muitas variações, um bom filtro de pesquisa será [Exemplo “exemplo”], desse modo a que estiver dentro das aspas não possuirá variações.
  • Se você deseja excluir algum termo que pode poluir o seu e-mail com conteúdo sem importância uma boa solução é o [-] que serve para excluir [Exemplo –indesejado]. Por exemplo, digamos que você goste muito de receber notícias de todos os gols que foram feitos, mas se utilizar a pesquisa apenas com [gol], você acabará recebendo também informações sobre o carro. Então, o melhor filtro a ser utilizado seria [gol –carro].
  • Para o monitoramento de algum site ou blog, você pode utilizar o [site:], ainda conseguindo filtrar algum tema específico de seu interesse dentro daquele conteúdo, [tema site:exemplo.com.br], você também pode colocar só [site:.com.br] para indicar que deseja informações apenas de sites do Brasil. Caso deseje fazer o inverso, ou seja, deletar resultados daquele domínio, é só fazer o mesmo passo mencionado no post anterior com o [-site:exemplo.com.br].

 

tipo de resultado Google Alerts

 

Quando sua pesquisa já estiver definida, você pode selecionar se deseja alguma área de pesquisa do Google específica. Se quiser receber todas as informações, é só manter o “Tudo” pré-configurado.

 

frequência Google Alerts

 

A parte de configuração de “Frequência” é muito importante, pois ela que demonstrará quantos e-mails você receberá em sua caixa de e-mail. Digamos, por exemplo, que você decida monitorar a palavra “SEO” e que configure para “quando disponível”. Sempre que algo surgir de novo na web, automaticamente esse conteúdo será enviado para o seu e-mail. O que pode ficar inviável de conciliar com as outras tarefas diárias. Então se for uma palavra-chave de grande volume de conteúdo, talvez o mais aconselhável seja “uma vez por dia” ou até mesmo “uma vez por semana”.

 

quantos Google Alerts

 

“Quantos” ajuda para o caso de você não desejar receber informações de sites com poucas visitas ou então que não são constantemente atualizados, mas caso selecionado “somente os melhores resultados”, pode ser que alguma coisa se perca e você não consiga receber o que está precisando. Então é o caso de se avaliar bem a palavra-chave que deseja receber e se compensa ter todo o conteúdo em seu e-mail ou não.

Após configurar todas essas coisas, é só escolher o e-mail que deverá receber os Alerts e "Criar Alerta".

Tópicos: Search Marketing