Fale Conosco

Facebook como estratégia de marketing

   10 Setembro, 2013 / por Jéssica Campos Fonseca

|
|
FACEBOOK COMO ESTRATEGIA DE MARKETING

importância do FacebookParte 1: Contexto e Importância

O Facebook democratizou! Todos estão lá, das sobrinhas às vovozinhas, e todo mundo quer um pedaço desse mundo virtual. Mas o que seria do Facebook sem as empresas? Hoje elas investem tempo e dinheiro em seus perfis, links e posts patrocinados, além da criação de conteúdo. Mas isso todo mundo sabe. A luta por curtidas está intensa e as marcas competem por um espaço que transcende as suas localizações geográficas: a News Feed.

A News Feed é uma interminável metáfora para aquele famoso Share of Mind, já ouviu falar? Share of Mind é o espaço conquistado pela empresa na cabeça do consumidor e estar presente na mente do seu público é imprescindível quando a concorrência é tão acirrada como é hoje no mundo globalizado.

Para complicar um pouco mais nosso contexto, o tal Share of Mind é o prêmio final na luta pelo Share of Time (algo como uma fatia do tempo), ou seja, quanto tempo os seus consumidores dispõe na construção do relacionamento com a sua marca? Essa é a métrica do sucesso no mundo digital, e saber calculá-la é encontrar o caminho para o sucesso.

Estar presente nas redes sociais não significa mais vendas, mas não deixa de ser uma importante estratégia de marketing. Isso porque ser bom, bonito e barato a muito tempo não é o suficiente para o consumidor brasileiro, que se sofisticou e hoje exige serviço impecável, atendimento pós-venda, responsabilidade social, ambiental etc.

Portanto, é preciso investir na imagem da sua empresa. Como a sua marca está sendo retratada? Como seu público a vê? Este vídeo explica melhor o que é Branding:

Você atinge uma quantidade significativa da sua fatia de mercado com métodos tradicionais? Alcançar novos consumidores também é essencial para que o investimento valha a pena, mas não para por aí. Seu conteúdo tem que interessá-los, seus links levá-los ao site da empresa, suas promoções impulsionar as primeiras experiências e, assim, passo-a-passo fidelizá-los!

brandingEstimular seu público nas redes sociais é a chave. Conseguir curtidas é simples e até compra-las é possível, mas isso não vai trazer clientela. De nada adianta ter uma página de 2 mil seguidores com posts desinteressantes, sem curtidas e sem comentários e nenhuma resenha sobre a sua empresa no seu perfil. Assim, mesmo se alguém ver a sua página, não se interessará de acompanhá-la. E lembre-se, o Facebook é uma ferramenta de relacionamento e não de vendas. A venda virá como consequência, então não cometa o erro de enfatizar seus produtos e serviços em seus posts. Contextualize suas informações e não faça anúncios publicitários, pois isso espanta os usuários e eles podem esconder seus posts, descurtir sua página ou, pior ainda, comentar negativamente nos seus posts.

Nos próximos posts abordaremos como montar a página empresarial perfeita, os melhores tipos de posts, melhores técnicas, promoções e cases de sucesso. Aguarde!

Tópicos: Mídias Sociais