Fale Conosco

O consumidor quer ouvir você: o storytelling e o marketing no futuro

   15 Dezembro, 2017 / por Caio Cunha

|
|
O CONSUMIDOR QUER OUVIR VOCE O STORYTELLING E O MARKETING NO FUTURO

Nos últimos anos, temos visto uma revolução na forma como as pessoas consomem no mundo inteiro. A variável preço tem sido cada vez menos determinante na decisão de compra do consumidor do século XXI, que tem sido influenciado pelos valores e posicionamento das marcas, além de sua presença no universo digital e o seu relacionamento com os clientes.

Ao comprar, as pessoas não estão mais só interessadas no preço do produto, mas sim em: quem está por trás dele? Qual é a marca que criou o produto? Por que criou? Como criou? Qual tipo de mão de obra é utilizada? Qual a história dessa marca e como ela se relaciona com os seus stakeholders?

O storytelling, a arte de contar histórias relevantes para o seu público, estabelece ligações interpessoais, aproxima pessoas de marcas, gera empatia. Utilizando essa técnica, o marketing fica mais próximo do seu público de maneira não intrusiva e ao mesmo tempo persuasiva. Storytelling não é só vender, é encantar seu público com boas histórias.

A importância da proximidade entre marcas e seu público

Storytelling e Marketing Digital

De acordo com pesquisa realizada pelo Google e Advertising Age com consumidores, profissionais de marketing e meios de comunicação 90,8% dos consumidores se engajam regularmente com marcas online, sendo que, destes, 62,8% são hiperengajados, enquanto que 28% se relacionam com suas marcas favoritas de maneira moderada.

Ainda segundo o estudo, 86,2% das marcas avaliadas afirmam que o engajamento é prioridade em sua estratégia de marketing, entretanto, somente 45,8% delas gerenciam ativamente essas interações.

O estudo também traçou um panorama sobre os hábitos de compra dos consumidores atuais. Ele expõe que 9,8% dos engajados fazem compras online várias vezes na semana, enquanto que esta cifra entre os hiperengajados alcança os 40,2%. Além disso, a pesquisa também revelou que 93,6% dos hiperengajados, 55,4% dos engajados e 29,7% dos tradicionalistas usam a publicidade online para tomar suas decisões de compra.

Esses dados deixam uma mensagem bastante clara para qualquer profissional da área de marketing, que tem a difícil tarefa de se vincular a um consumidor cada vez mais exigente e cheio de opções no mercado: quem não fincar pés no ambiente digital e enxergar seu consumidor como um indivíduo que busca estreitar vínculos com suas marcas favoritas nos mais diversos momentos e locais, está fora do jogo.

Entretanto, somente estar presente no ambiente digital não garante engajamento com o seu público-alvo. Cada vez mais é necessário criar e estreitar vínculos com os consumidores, por meio da imersão deste em um contexto em que ele dialogue diretamente com a sua marca. Isso pode ser feito por meio do desenvolvimento de conteúdo útil e interessante para seu público, que também expresse a identidade e os valores de sua marca.

Contar para encantar: a importância do storytelling no marketing do futuro

Histórias têm se tornado o maior capital de um negócio. É por meio delas que as empresas de vanguarda expressam sua identidade, seus valores e seus posicionamentos em relação à comunidade onde atuam.

As histórias podem ser contadas de diversas maneiras e permeiam toda a comunicação da empresa. Desde a construção da sua marca, seus elementos e a história de como foi fundada, às causas que apoiam, o público que desejam alcançar e o que fazem para melhorar a vida de seus clientes, seus funcionários e parceiros.

Esse discurso tem direcionado ações e atraído consumidores que se identificam com toda a filosofia compartilhada pelas suas marcas favoritas. Em um mundo de acirramento da concorrência, marcas com um firme propósito e uma estratégia bem estruturada e clara sobre suas intenções saem na frente na conquista e fidelização de consumidores.

E o como o Marketing tem que agir?

As empresas precisam estar preparadas para estar cada vez mais próximas ao seu público e, principalmente, para colocar o propósito da empresa e o seu consumidor no cerne de sua estratégia de Marketing, se quiser atingir, conquistar e fidelizá-lo.

Para os próximos anos, os profissionais do marketing devem se preparar para criar estratégias que aliem criatividade à tecnologia para criar, contar e entregar boas histórias para os seus consumidores.

Outro aspecto fundamental para o crescimento dos negócios é o uso eficiente e estruturado das ferramentas desenvolvidas para contar histórias. O Marketing de Conteúdo, que permeia todas ações da empresa, vêm com tudo para aproximar a marca dos seus usuários.

Storytelling e Inbound Marketing: qual a relação?

Storytelling

Metodologias como o Inbound Marketing, que utilizam o Conteúdo para responder às dúvidas de seus potenciais clientes, além de ações técnicas integradas com ferramentas de automação e estratégias como SEO, blog, mídias sociais, e-mail marketing, dentre outras, para gerar leads de qualidade e, consequentemente, aumentar as vendas, criam o espaço ideal para o diálogo entre as marcas e seus consumidores.

“Inbound Marketing: o Marketing que as pessoas amam”, Hubspot

Consumidores engajados pedem marcas engajadas

Se tivéssemos que escolher uma palavra para definir a sociedade do século XXI, ela seria “propósito”. Da escolha da carreira ao carrinho de supermercado, as pessoas, cada vez mais, tomam suas decisões influenciadas por propósitos e esta tendência torna-se mais evidente conforme a geração de millenials cresce e toma conta do universo dos negócios e do consumo.

A tendência para os próximos anos é que os profissionais do marketing coloquem o propósito da marca no centro do negócio e da estratégia de marketing, o que deve direcionar seu posicionamento frente a seus consumidores.

Muitos consumidores já demonstram a preferência por marcas com propósitos específicos em seu processo de decisão. Seja escolhendo marcas que reciclam componentes de sua matéria prima, que utilizam determinados tipos de tecidos menos cruéis com o ambiente onde vivemos ou que são produzidas no Brasil, de brasileiros para brasileiros, por empresas que dedicam para de sua renda para órgãos beneficentes, fortalecendo assim a economia no país, mas também beneficiando classes menos privilegiadas, por exemplo.

Engajamento de coração: Inbound Marketing para gerar mais vendas

O engajamento emocional tem sido cada vez mais crítico para atingir bons resultados em vendas, sendo que o Inbound Marketing tem se mostrado a ferramenta mais eficaz para gerar esse tipo de estreitamento de vínculo entre consumidores e marcas.

Isso se dá graças a produção e disseminação de conteúdo estratégico para a marca e útil para o seu público-alvo (contar boas histórias). Afinal, não basta ser um conteúdo que simplesmente responda à uma dúvida da sua buyer persona.

É necessário que esse conteúdo leve a persona em um fluxo de nutrição, ajudando-a quando ainda não está pronta para adquirir seu produto ou serviço, até o momento que esteja realmente pronta para a compra, em um processo natural de nutrição do lead conforme os seus interesses. Esse processo todo pode demorar horas, dias ou meses, dependendo do produto/serviço e do seu ciclo da venda.

Quer saber mais sobre Inbound Marketing? Baixe o nosso ebook!

Sobre o autor:
Imagem_assinatura.png
Caio Cunha | Co-Founder WSI Consultoria

Executivo Internacional com experiência em capacitação empresarial, estratégias de Marketing Digital e Inbound Marketing. Tem como desafio cotidiano a busca por soluções efetivas para empreendedores e gestores que pretendem crescer e expandir seus negócios.

linkedin.pngfacebook-1.pngtwitter.png email: caio@wsiconsultoria.com

Tópicos: Inbound Marketing

Excel ROI

Posts Recentes

Newsletter