Fale Conosco

7 razões que explicam a falta de interação com o conteúdo do seu blog

   19 Fevereiro, 2016 / por Ana Luiza Cunha

|
|
7 RAZOES QUE EXPLICAM A FALTA DE INTERACAO COM SEU CONTEUDO MESMO ELE SENDO BOM SEO

Criar e manter um blog para uma empresa é uma ação que favorece muito o SEO dela. Entretanto, se não for feito corretamente, pode acabar se tornando uma atividade que apenas gasta tempo e recursos, sem trazer o devido retorno. Essa situação pode ser decorrente de uma série de fatores que não costumam ser pensados, pois muitas pessoas ainda relacionam o conceito de blog com o de diário eletrônico, e não como uma ferramenta com propósito pré-definido. A interação do público com o conteúdo gerado para a empresa é muito importante para que tanto o site quanto a empresa tenham uma maior divulgação na internet. Esta interação é uma indicação para o Google de que a sua empresa é importante na área e está em constante contato com o consumidor, o que favorece ainda o ranqueamento na busca orgânica do Google e consequentemente atinge mais pessoas.

Abaixo encontram-se 7 razões que podem explicar o por quê não tem uma interação com o conteúdo desejada.


shutterstock_256424872.jpg

1. Periodicidade de Publicação no Blog

Os leitores que buscam por um blog com conteúdo de seu interesse desejam ler com uma certa frequência. Pode ser frustrante entrar em uma página e sempre encontrar o mesmo conteúdo. Ao mesmo tempo, quando diversos artigos forem publicados em um mesmo dia, talvez o leitor não possua tempo para ler todos. O ideal é ter uma constância. Se for uma vez por semana, manter esse ritmo. Se preferir mais frequente ou menos frequente, tudo bem, também. O importante é manter a expectativa do leitor do seu blog. A dica é criar uma planilha organizada com dias de postagens e com diferentes temas para as publicações, para que também não seja uma situação repetitiva. O foco deve estar na qualidade e não na quantidade.

2. Linguagem do Blog

Apesar de ser um conteúdo empresarial, os textos não precisam, necessariamente, possuir uma linguagem completamente formal. Para definir o tom das postagens e a linguagem que será utilizada, devemos conhecer bem o nosso público-alvo e entender qual é a melhor forma de interagir com ele. Outro fator que deve ser considerado é o conhecimento do leitor. O conteúdo não deve estar complexo ao ponto de não ser compreendido e nem simples demais ao ponto de ser irrelevante.

3. Formação do Conteúdo

A empresa deve evitar a publicação de textos longos, sem imagens, sem bullet points e tópicos. Não é necessário usar todos estes recursos apenas em um texto mas eles são capazes de situar melhor o leitor e em algumas situações ir direto ao ponto de seu interesse, além de auxiliarem na otimização de conteúdo. Os textos não estão buscando ser acadêmicos, mesmo que o conteúdo seja muito bom, muitas pessoas se sentem desmotivadas ao ver um texto muito longo e sem nenhuma quebra, eles precisam possuir um apelo para o leitor.

4. Palavras-chave no texto

Novas pessoas encontram o site da sua empresa conforme a relação do que foi publicado e o que ela está procurando. Devido a isso, a empresa deve trabalhar a otimização de conteúdo buscando selecionar corretamente e utilizar as palavras-chave de seus produtos e serviços para que sua página seja melhor ranqueada em ferramentas de pesquisa, como o Google, quando alguém fizer uma busca como essa.

5. Conteúdo Relevante, Atraente

Quando as pessoas buscam por conteúdo, elas não querem ver algo comercial, mas sim algo que resolva a sua dúvida e que lhe seja atrativo. Então, o conteúdo gerado pela empresa não deve ser um conteúdo promocional para  a venda, mas sim interessante para o público-alvo. As pessoas amam receber dicas e conselhos, então, crie um conteúdo que seja tanto relevante e relacionado ao que a sua empresa faz quanto que empodere o consumidor com conhecimento.

6. Divulgação do Conteúdo

Posicionar seu conteúdo bem em buscadores como o Google, Bing e Yahoo é fundamental, mas isso pode levar um tempo e considera apenas as pessoas que já estejam procurando por aquele tema. Por isso, é muito importante também divulgar as publicações do seu blog nas redes sociais, aumentando as chances de mais pessoas interessadas no assunto o verem e também ajudando no trabalho de SEO, já que o link divulgado ganhará mais relevância. Neste ponto, é necessário traçar um bom planejamento, considerando em quais redes sociais o seu público está presente e em quais ele deseja ler sobre aquele assunto. Por exemplo, se sua empresa fala sobre cosméticos, será que o seu leitor gostaria de ler sobre isso em sua timeline no LinkedIn, que é uma rede social profissional? Por fim, se possível, é bastante interessante impulsionar a publicação nas redes sociais, possibilitando que você atinja mais pessoas.

7. Interação

Quando a empresa conseguir a interação com o consumidor, ela deve obedecer à suma “o cliente sempre tem razão”. Nunca deletar comentários, respondê-los de forma educada e calma, por mais críticos que sejam. Esclareça dúvidas e responda até mesmo os elogios com agradecimentos, isto torna a empresa mais próxima do seu público-alvo.

Leia também: Por que SEO é fundamental para o sucesso dos seus negócios?

E aí, sua empresa está mesmo trabalhando o conteúdo do blog de forma correta?

Se todos estes pontos estiverem sendo realizados e mesmo assim os seus conteúdos não estiverem tendo o número de visitas esperado, isso pode ser resultado de uma falha no planejamento de SEO. Ou seja, o seu site pode não estar com a estrutura adequada, as palavras-chave escolhidas podem não ser aquelas usadas pelo seu público para procurar negócios como o seu, sua empresa pode estar deixando de aplicar algumas regras de SEO para favorecer ou pior, pode estar adotando alguma prática que é considerada black hat pelo Google e, por isso estar sendo punida em posicionamento.

Para ter certeza do que está acontecendo é necessário analisar os resultados que estão sendo obtidos e reformular sua estratégia de SEO ou criar uma caso você ainda não adote a estratégia. Esta reformulação deve levar em conta se a empresa está com problemas de posicionamento no Google para que este ponto seja melhor trabalhado ou se a empresa está se posicionando bem, mas ainda assim não está recebendo a quantidade de cliques esperados. Na primeira situação o que pode estar ocorrendo é um erro na seleção das palavras-chave utilizadas ou o fato de não estarem sendo usadas com a devida frequência no blog. Já a segunda situação pode ser resultante de um conteúdo que na realidade não é de interesse do público-alvo, sendo que este deve ser remodelado.

O conteúdo gerado pela empresa deve ainda, ser divulgado nos devidos meios. O uso das redes sociais que a empresa possui e o uso do e-mail marketing para a sua base de clientes pode garantir que pessoas que possuem interesse na marca se mantenham em contato com a mesma.


Quer saber sobre SEO e como ele pode ajudar a sua empresa? Baixe nosso ebook gratuitamente!

Ebook Adaptive SEO

assinatura_ana-.pngSobre o autor:
Ana Luiza Cunha Consultora de Marketing Digital WSI Consultoria

Experiência em Gestão de Projetos de TI, ingressou em Marketing Digital em 2009, tendo se especializado em Inbound Marketing e SEO (Otimização de Sites), sempre com a intenção de entregar os melhores resultados para seus clientes.

linkedin.pngfacebook-1.pngtwitter.png email: analuiza@wsiconsultoria.com 

Tópicos: SEO

-->